Quem é São Miguel Arcanjo

Quem é São Miguel Arcanjo?



O arcanjo Miguel é um dos três anjos venerados por nomes pela igreja (com Gabriel e Rafael).Miguel significa “aquele que se parece com Deus”. Na tradição da igreja ele é o chefe dos anjos no céu. A igreja honra Miguel com quatro títulos:

Segundo, ele é um padroeiro especial, e protetor do povo escolhido no Velho Testamento. Terceiro, ele é o supremo inimigo de Satã e segundo o Livro das Revelações ele lutará contra Satã e virá, no final dos tempos, comandando tropas de anjos do Senhor para a luta final. Quarto, ele é o guardião da Igreja.

 

Primeiro, ele é o anjo da morte. Assim assiste cada alma na sua jornada final após a morte, até o céu para julgamento. A tradição diz que Miguel dá uma última chance para todas as pessoas a se redimirem antes da morte e assim provoca consternação ao demônio e seus seguidores.


Miguel aparece duas vezes no Velho Testamento. Em Daniel (10,13) que diz “Miguel , um dos grandes príncipes” e logo depois como “um grande príncipe”. Sua proeminência nas lendas e tradições judias faz dele um poderoso líder angélico, o príncipe dos arcanjos e tem como certa o seu significado na tradição cristã dos anjos. A veneração a Miguel data dos tempos mais antigos da historia cristã acompanhado de uma extensa tradição e lendas.

 

Ele supostamente teria visitado o Imperador Constantino da Grécia (em 337), fez uma dramática aparição no Mausoléu de Hadrian, em Roma em resposta a um apelo para acabar com a praga da peste (a praga acabou e o mausoléu passou a ser chamado de Castelo de Sant’ Ângelo em sua honra) e ele interveio em uma serie de batalhas e guerras. Santa Joana d’Arc (1431) credita a Miguel como sendo um dos espíritos santos que a ajudaram e deram a ela a coragem de salvar a França durante a guerra dos 100 anos (1337-1455). Numerosos teólogos examinaram Miguel, incluindo os “Patriarcas Gregos”, e outros grandes nomes da igreja como São Basil e São Tomas de Aquino. Este último, dedicou uma capítulo inteiro da “Summa Theologiae”, aos anjos e arcanjos.


 

O papel de Miguel como o anjo que cura é celebrada pelas igrejas na Ásia Menor e varias igrejas tem o seu nome e são visitadas com frequência pelos pobres e doentes. Marinheiros da Normandia o invocam, como seu padroeiro. E em 1950 Papa Pio XII o nomeou padroeiro dos policiais. O famoso Monastério do Monte São Miguel (França), obviamente, tem este nome, em sua honra.

 

São Miguel é mostrado na arte litúrgica da Igreja como um anjo segurando uma espada ou lança, um escudo e uma balança. Ele é também padroeiro dos paraquedistas, dos motoristas de ambulância, paramédicos, fuzileiros navais, radiologistas e marinheiros. Sua festa é celebrada no dia 29 de setembro, junto com Gabriel e Rafael. No passado era celebrado, sozinho no dia 8 de maio.